Sara Wachholz representa o Centro Serra no Prêmio Itaú- Unicef

  • Print

 

A secretária de Assistência Social de Sobradinho e presidente do COMGEMAS, Sara Wacholz esteve representando a região Centro Serra, nos dias 09 e 10 de abril, na primeira etapa de formação dos gestores públicos da área de educação e assistência social para avaliação e seleção dos projetos semifinalistas inscritos na 11ª edição do Prêmio Itaú- Unicef. A secretária Sara Wachholz foi indicada pelo Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social- CONGEMAS e está entre os 300 avaliadores responsáveis por analisar os projetos indicados ao Prêmio. No total são oito regionais, sendo que a secretária de Assistência Social de Sobradinho é uma das responsáveis por avaliar os projetos da região Sul.

O Prêmio é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). O objetivo do Prêmio Itaú- Unicef  é identificar, reconhecer e estimular parcerias entre Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e Escolas Públicas, no desenvolvimento de Ações Socioeducativas, com a participação social, que contribuam com as politicas públicas de Educação Integral para crianças, adolescente e jovens brasileiros em condições de vulnerabilidade socioeconômica.

Com o tema Educação Integral: Aprendizagem que Transforma, a 11ª edição do Prêmio busca mobilizar a sociedade para a importância da participação social na oferta de educação integral e, ao mesmo tempo, dar visibilidade ao trabalho de organizações em parceria com escolas públicas.

Para isso, esta edição, em uma ação inédita e comemorativa de seus 20 anos de história, premiará não só a organização como também a escola pública parceira. Os premiados regionais receberão R$ 25.000,00; Os premiados nacionais receberão R$ 100.000,00 e o grande vencedor receberá R$ 250.000,00.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 04 de maio de 2015 através do site www.premioitauunicef.org.br.  Os projetos participantes deverão ter pelo menos um ano de existência. Todos os projetos inscritos , assim como os demais interessados na discussão de temas relativos à infância e adolescência, serão convidados a participar de diferentes estratégias de Formação.

Conforme a secretária Sara Wachholz o Prêmio Itaú- Unicef foi criado em 1995, em um contexto de mudanças sociais na perspectiva da garantia de direitos. Cada edição do Programa compõe-se de dois anos, sendo o primeiro ano de premiação e o segundo, de formação. O objetivo é reconhecerestimular e dar visibilidade ao trabalho em parceria de Organizações da Sociedade Civil  e escolas públicas, para a educação integral de crianças, adolescentes e jovens brasileiros e oferecer processos de formação para agentes públicos com intuito de apropriar metodologias de avaliação. 
Além disso, o Prêmio busca mobilizar a sociedade civil para a importância de sua participação no desenvolvimento de ações que promovam a educação integral. Segundo Sara Wachholz a próxima etapa de capacitação dos avaliadores será nos dias 30 e 31 de julho, na cidade de Curitiba- PR, oportunidade em que serão selecionados os 32 projetos classificados pela Região Sul.